• Facebook - Grey Circle
  • Instagram - Grey Circle

Culinária e Educação Nutricional com Crianças e Adolescentes

October 12, 2018

Educação Nutricional

Educação Nutricional é a transmissão de conceitos sobre os alimentos e sua importância para a saúde. No entanto, a educação nutricional isoladamente não tem se mostrado suficiente para melhorar efetivamente o consumo alimentar de crianças e adolescentes.

Um estudo realizado na Universidade de Chicago (¹) mostrou que em geral, crianças não associam duas características ao mesmo alimento: ou é saudável ou é gostoso; ou ajuda a deixar forte, ou é gostoso. Quando caracterizados como saudáveis, o consumo foi de determinados alimentos foi menor ao passo que quando caracterizados como gostosos o consumo foi maior.

Outro estudo, realizado aqui no Brasil com jovens adultos (²), mostrou que todos os participantes do mesmo faziam uma classificação sobre alimentos que são ou não são considerados “saudáveis”. No entanto, quando indagados sobre quais alimentos eles escolheriam para o lanche da tarde, a maioria dos participantes selecionou os itens que haviam considerado “menos saudáveis”. Ou seja, ter o conhecimento sobre quais alimentos possuem um maior valor nutricional não é mesma coisa que escolher e consumir esses alimentos e não está necessariamente relacionado a hábitos alimentares mais saudáveis.

Ambos os estudos citados acima demonstraram que fatores como o sabor e a preferência sensorial pelos alimentos, assim como sua disponibilidade, parecem influenciar de maneira mais importante as escolhas alimentares.

 

Educação Nutricional + Culinária

Uma excelente ferramenta para trabalhar a melhora dos hábitos alimentares ressaltando o sabor é a culinária, uma vez que através dela buscamos ressaltar essa característica dos alimentos.

O Guia Alimentar Brasileiro (³) ressalta que um dos passos para uma alimentação saudável é justamente “desenvolver, exercitar e partilhar habilidades culinárias, principalmente com crianças e adolescentes”. Além disso, defende a inclusão das habilidades culinárias como parte do currículo das escolas, recomenda a participação em ações que buscam proteger o patrimônio cultural representado pelas tradições culinárias locais e defende que trabalhadores cujo ofício é a promoção da saúde devem procurar incluir a culinária nos temas dos seus encontros ou conversas com a população.

Aliar a culinária à educação nutricional é uma forma de transmitir conhecimento e informações sobre nutrição e ao mesmo tempo ensinar como aplica-los no dia a dia de forma prática, simples, divertida e saborosa. Conhecer os alimentos, suas propriedades, sua importância, suas origens, saber como prepara-los, como combiná-los... tudo isso faz parte de um aprendizado que é essencial a todos, e pode ser iniciado bem cedo na infância.

 

Minha Experiência

Durante alguns anos, entre 2013 e 2015, tive experiência em ministrar Aulas de Culinária e Educação Nutricional para Crianças e Adolescentes (de 2 a 14 anos) e percebi a rica gama de atividades e temas que com eles podem ser desenvolvidos, sempre considerando o contexto (social, cultural e econômico) em que vivem. Afinal, comida é muito mais do que fonte de nutrientes!

Independentemente da idade, todos podem ajudar nas atividades da cozinha, realizando desde atividades mais simples como espremer uma laranja para extrair o suco ou modelar uma massa para fazer biscoitinhos, ao preparo completo de receitas mais elaboradas como de um almoço ou jantar.

Durante o período das aulas fizemos sanduíches, bolo integral, smoothies e sucos de frutas, batata assada recheada, cookie integral, pizzas, pão de queijo multigrãos, milkshake de iogurte, pão de mandioquinha, pão integral, panqueca, saladas, ratatouille, hambúrguer de grão de bico, torta de morango, panetone, fondue e até creme de banana com linhaça germinada! Tudo foi muito bem aceito pelos alunos.

Receitas envolvendo todos os grupos alimentares são importantes para reforçamos a ideia de que todos os alimentos podem estar presentes dentro de uma alimentação saudável, nenhum alimento é proibido quando existe equilíbrio. Incluir desde cedo todos os alimentos, sem fazer classificações, é importante para o desenvolvimento de uma boa relação com a comida.

Trabalhamos preparações da culinária do dia a dia, para que criar o interesse em auxiliar os pais em casa e para gerar autonomia no futuro, e também culinária Internacional, para ampliar a visão sobre diferentes culturas e diversificar o paladar.

Trabalhamos questões importantes sobre Comportamento Alimentar: sentar-se à mesa para comer, compartilhar o momento com os colegas, comer com calma e atenção, degustando e desfrutando cada garfada.

Através da Culinária é possível também abordamos a Interdisciplinaridade, fazendo um paralelo com as artes, geografia, história, ciências, português, matemática, agricultura, educação ambiental e promovemos o desenvolvimento de habilidades como criatividade, coordenação, cooperação, integração, paciência, organização, raciocínio e autonomia.

 

Os resultados são os melhores possíveis, e os que observei são também os que estudos relatam:

  • Maior interesse pela qualidade da alimentação

  • Maior curiosidade em relação a novos alimentos, novos sabores e combinações

  • Maior aceitação de frutas, legumes e verduras

  • Maior participação no processo de produção das refeições em casa

  • Melhor relação emocional com os alimentos

  • Mais saúde!

Uma criança que aprende a ter consciência sobre própria alimentação e se alimentar de forma equilibrada provavelmente será um adulto com uma melhor relação com a comida, hábitos saudáveis e alta qualidade de vida!

 

Veja abaixo algumas das preparações realizadas:

Referências

 

1) If It’s Useful and You Know It, Do You Eat? Preschoolers Refrain from Instrumental Food / Michal Maimaran and Ayelet Fishbach / Journal of Consumer Research, Vol. 41, No. 3, October 2014.

 

2) Development and test-retest reliability of the Food Photograph Scale for Brazilian adults / Almeida et al. / Psychology & Neuroscience, 2013.

 

3) Guia Alimentar para a População Brasileira / Ministério da Saúde / 2014.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Please reload

Posts Recentes

13/05/2019

Please reload

Arquivos